O arquivista.

Publicado em Publicado em Crônicas

Ele era um rapaz que chegou para trabalhar no Arquivo Público Municipal de Cultura, seu jeito simpático  e extrovertido, se dava muito bem com seus colegas de trabalho, era apaixonado por história e fascinado por aprender mais sobre este vasto mundo.

No seu primeiro dia de trabalho ficou bestificado com a quantidade de documentos e fotos antigas de sua cidade, dos anos  áureos em que a mesma era chamada de “Atenas Capixaba”, berço de tantos nomes famosos como os irmãos Newton e Rubem Braga, Sergio Sampaio, Roberto Carlos dentre muitos outros.

A tarefa dada ao jovem rapaz era catalogar e digitalizar fotos e documentos antigos, e ele o fazia com muito afinco e destreza, ficava lá horas debruçado sobre seu material de trabalho.

Eis que de tanto passear pelas memórias de sua terra, eis que o jovem rapaz decide prestar vestibular para cursar História, para quem sabe se tornar um grande arquivista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *